Goiânia, domingo, 26 de fevereiro de 2017
19/12/16 22624 visualizações

Helio Telho critica gasto de R$ 1,5 milhão com réveillon em GO



Foto: Divulgação

O procurador da república Helio Telho, do Ministério Público Federal, manifestou em sua conta no Twitter indignação com o gasto que o governador Marconi Perillo (PSDB) autorizou para o réveillon deste ano. No último réveillon, o Brasil inteiro já havia se escandalizado com o fato do governador Marconi Perillo (PSDB) ter contratado com dinheiro público o show Cabaré, dos cantores Leonardo e Eduardo Costa, por R$ 850 mil. Agora, para piorar, o réveillon deste ano será ainda mais caro. Será com o cantor sertanejo Gusttavo Lima (com dispensa de licitação). O valor? R$ 1 milhão apenas para o cantor e cerca de R$ 500 mil para a estrutura do evento (aluguel, montagem de palco, fogos de artifício etc).

Certeiro, Helio Telho escreveu em seu Twitter que o "aumento da contribuição previdenciária do servidor estadual ajuda dar folga no caixa, permitindo usar o dinheiro público para shows e festas". O pacote do governador Marconi Perillo (PSDB), em tramitação na Assembleia, aumenta a contribuição previdenciária dos servidores públicos ativos e inativos para 14,25%, o maior índice das previdências estaduais no Brasil.

A licitação para os gastos com equipamentos, aluguel, montagem de palco e queima de fogos de 25 minutos, que ocorrerá no estacionamento do Estádio Serra Dourada, ocorrerá em três etapas dia 26 de dezembro, cinco dias antes do show.

Vale sempre lembrar que Goiânia não é roteiro turístico, o réveillon da capital não gera arrecadação, e o Estado atravessa uma situação financeira caótica, com dificuldades para honrar compromissos básicos como 13º salário e pagamento a fornecedores. Mesmo assim, Marconi Perillo e José Eliton (PSDB) seguem gastando dinheiro público com prioridades invertidas. 

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias