Goiânia, sexta, 15 de dezembro de 2017
05/12/17 56 visualizações

Violência não poupa nem Cmei e professores paralisam atividades





A violência em Goiás, agravada pelas gestões atrapalhadas de governador Marconi Perillo e do vice José Eliton, ambos do PSDB, atinge níveis parecidos com o do Rio de Janeiro. Depois do quinto assalto no ano, os professores e funcionários do CMEI Benetida Maria do Nascimento paralisaram as atividades na segunda-feira (4) após o quinto assalto no ano na unidade. As informações são da TV Anhanguera.

A incompetência de Marconi e Eliton para gerir a segurança causou transtorno para os pais, que além de não se sentirem de deixar os filhos no local, ainda tiveram que faltar ao trabalho para ficar com os filhos.

“Por causa de bandido, hoje a gente vai ter que voltar para casa com as crianças e procurar alguém para ir para o trabalho. É bem difícil, mas é a realidade”, disse o motoboy Marcelo Faustino.

Houve um protesto dos professores e funcionários, que foram ameaçados e humilhados no último assalto, ocorrido na última sexta-feira (1º).

“Nós éramos o total de 18 adultos e três crianças, que eram filhos de funcionários. Eles entraram gritando que era um assalto, que era para todo mundo ficar quieto”, disse a professora Cely Gomes Rocha, em entrevista à TV Anhanguera.

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias