Goiânia, segunda, 18 de junho de 2018
08/01/18 1163 visualizações

Ministra desiste de ir a presídio alertada sobre armas e até granada



Arquivo

Em visita a Goiânia nessa segunda-feira, 08, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Carmem Lúcia desistiu de visitar o Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia após ser alertada por diversas autoridades sobre os riscos de ir até o local.

A ministra, que também preside o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), foi informada que no interior do presídio havia explosivos, que presos tinham posse de armas de foto e até granadas. O alerta foi feito por juízes, integrantes da OAB e do Ministério Público.

Durante a visita à capital goiana, Carmem Lúcia reuniu-se com o governador Marconi Perillo durante quatro horas e cobrou providencias sobre a situação do presos em Goiás. Uma nova reunião ficou agendada para o dia 8 de fevereiro. Cármen Lúcia pediu uma nova inspeção no local.

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias