Goiânia, quarta, 15 de agosto de 2018
14/01/18 2884 visualizações

Promotora vê irregularidades em licitação do Detran





Mais uma vez, o Detran pode estar envolvido em esquema que visa unicamente a prejudicar a população. Segundo reportagem do jornal O Popular, a promotora de Justiça Leila Maria de Oliveira vê indícios de irregularidade em edital do órgão que insiste em apenas uma única empresa para confeccionar as placas dos veículos no Estado.

Segundo a promotora e o Denatran, o normal é que várias empresas sejam credenciadas, o que contribui para aumentar a concorrência e, consequentemente, diminuir o preço do serviço oferecido para a população.

A luta da promotora vem desde 2014, quando ela entrou com ação questionando os critérios que estabeleceram que a Utsch fosse a única empresa credenciada a fazer o serviço em Goiás.

“A Utsch é uma multinacional com sede no Rio de Janeiro. Da forma como está, eles empobrecem a população daqui em detrimento de uma única empresa de fora”, afirmou a promotora ao jornal O Popular.

Segundo ela, o credenciamento de muitas empresas é mais favorável ao cidadão. “Onde tem o credenciamento existe a concorrência. O dinheiro fica em Goiás e o consumidor pode escolher onde emplacar”, defende.

O Denatran também questionou a intenção do Detran. Segundo a reportagem de O Popular, o órgão recomendou a suspensão do edital lançado por infringir uma resolução nacional que determina que várias empresas sejam credenciadas, em vez de apenas uma ganhar uma licitação.

Mais uma vez, fica provado que a gestão do governador Marconi Perillo (PSDB) é feita para beneficiar uns poucos privilegiados, enquanto a população paga a conta.

 

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias