Goiânia, tera, 17 de julho de 2018
15/05/18 1312 visualizações

Caiado quer conter desvios para investir no servidor público





Na tarefa de reerguer o Estado, os funcionários públicos terão papel fundamental em Goiás. O compromisso com a valorização destes profissionais foi dado pelo senador Ronaldo Caiado (Democratas), que afirmou que é seu desejo estabelecer com eles uma relação de parceria em busca de resultados efetivos na qualidade do atendimento aos cidadãos.

“Os levantamentos que temos feito com a ajuda de técnicos dá indícios de vários desvios nas contas do Estado. Isso explica a inviabilização de vários investimentos. Por isso, se eleito, vou precisar mais do que nunca dos funcionários públicos para governar. Terei com eles uma parceria muito forte, com respeito aos direitos e retribuição pelos méritos de cada um. Para que haja um empenho para tirar Goiás desse momento em que se encontra”, afirmou.

Ronaldo Caiado acredita que terá o apoio do funcionalismo público dada a confiança que a sociedade já demonstrou por seu trabalho e por sua trajetória de vida. “Não podemos exigir dos outros aquilo que nós mesmos não fazemos. Digo sempre que o governante precisa dar o bom exemplo e ter autoridade moral para promover as mudanças necessárias”, lembrou.

O compromisso de Ronaldo Caiado será reforçado com diversas categorias, como a dos professores, que nos últimos anos têm enfrentado episódios de desvalorização, déficit no efetivo e escolas sucateadas. Em encontro da frente de oposição Unidos para Mudar Goiás em Porangatu, no último sábado (12/05), Ronaldo Caiado revelou um dos pontos do plano de governo que está elaborando. Trata-se da criação de um fundo de valorização dos professores e também dos policiais.

“Parte do dinheiro que hoje tem sido desviado pelo atual governo é o que vai compor, se chegarmos lá, o fundo de valorização dos professores. Queremos investir pesado na educação. Quando falo em fundo de valorização é porque os professores hoje não se sentem, e com toda a razão, remunerados à altura de uma função que tem. Eles precisam ter incentivo para se atualizarem e se adequarem às mudanças na grade curricular”, defendeu.

Ronaldo Caiado também voltou a defender a valorização da polícia militar, que é atualmente uma das mais mal remuneradas do País. O senador se comprometeu a equiparar a remuneração, que hoje é de R$ 1,5 mil, recebida por policiais de terceira classe, categoria criada pelo atual governo do estado. "Não vamos admitir essa divisão que só diminui a moral da tropa e não valoriza o trabalho de policiais e bombeiros. Vamos equiparar esses salários. É desumano pagar R$ 1,5 mil de salário a quem defende a vida da população goiana. Esse fundo que vamos criar vai ajudar nessa missão de resgatar a moral da tropa, destacou.

Caiado enfatizou a dedicação da polícia de Goiás e se comprometeu a investir na segurança pública e na valorização da corporação. "Todos sabem a dedicação, o empenho que tem a Polícia Militar do nosso estado de Goiás. Eu tenho orgulho enorme de representá-los no Senado Federal. Se chegarmos ao governo não terá policial de terceira categoria. Nós não vamos sucatear a segurança pública do nosso estado. Pelo contrário, a segurança pública será elemento primordial para que Goiás resgate credibilidade, investimento, oportunidade de gerar emprego e um combate eficiente a criminalidade que cresce cada dia mais”, destacou.

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias