Goiânia, quinta, 16 de agosto de 2018
19/05/18 1807 visualizações

Greve no Hugo: pacientes desesperados por atendimento



Reprodução / TV Anhanguera

Sem receber salários, funcionários do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) cruzaram os braços e ineficiência do Governo de Goiás em gerir a Saúde prejudica pacientes que aguardam por atendimento.

A repórter Renata Costa, da TV Anhanguera, colheu depoimentos de parentes de pessoas que aguardam procedimentos da unidade.

A mãe de uma jovem que caiu de uma altura de 10 metros e aguarda várias cirurgias no quadril, entrou em desespero ao saber do cancelamento da cirurgia. "Não tenho mais condições psicológicas de ver minha filha sentindo dores", declarou, aos prantos.

A mãe da auxiliar de serviços gerais Alessandra Rodrigues aguarda há 12 dias uma operação. Mas como não há antibiótico para combater uma infecção, o procedimento não pode ser feito. "Se não combater a infecção, isso pode 'alastrar' no corpo dela todo", comentou.

Resta saber o que o governador José Eliton (PSDB) tem a dizer para essas pessoas.

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias