Goiânia, quarta, 15 de agosto de 2018
08/08/18 285 visualizações

Obra tucana: privatizada, Celg demitiu mais de mil pessoas





A Enel (nova dona da Celg D) já promoveu o corte de mais de mil postos de trabalho na Celg, que tinha 1,9 mil funcionários quando foi vendida no fim do ano passado para a estatal italiana por R$ 2,1 bilhões - preço de banana. 

Cerca de 780 demissões foram realizadas apenas no ano passado. A informação é da Stiueg, sindicato dos trabalhadores deste setor em Goiás. Com a perda de bons servidores, a Enel aplicou no Estado uma escalada de apagões. 

Mande pra gente, via Whatsapp, denúncias, textos, vídeos e fotos sobre a realidade do Estado de Goiás. Whatsapp do Goiás Real: (62) 8453 6115. Vamos preservar sua identidade, se for do seu interesse.

Outras notícias

+ veja mais notícias