CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SÁBADO, 13 DE JULHO DE 2024
ULTIMA NOTÍCIA:
Alexandre de Moraes abussa da sorte e manda investigar Michele, esposa de Bolsonaro
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Politica
  Politica
 
Após críticas de Romário, Câmara diz que CPI da CBF deve sair
Data Publicação:17/07/2014
A goleada sofrida pela seleção brasileira para a Alemanha por 7 a 1 na semifinal da Copa do Mundo ainda ecoa. Em seu discurso desta quarta-feira na Câmara dos Deputados em Brasília, Romário aproveitou para criticar a CBF e pedir renovação na entidade que comanda o futebol brasileiro. Como resposta, o presidente da Casa, o deputado Henrique Alves, disse que a CPI da CBF, proposta pelo ex-jogador ainda em 2013, deve sair ainda este ano.

Em seu discurso, Romário atacou deputados que chama de “bancada da CBF”, e que constantemente votam contra projetos para moralizar o esporte, além de pedir mais democracia na CBF.

“Eu não me considero o dono da verdade, como os homens que tem mandado e desmandado no nosso futebol. Não tenho respostas prontas sobre o caminho a ser seguido, mas tenho certeza de que o futebol brasileiro precisa de mais democracia e mais transparência. Propostas importantes que poderiam moralizar o esporte passam por esta Casa, e são continuamente barradas pela Bancada da CBF. São colegas deputados como Rodrigo Maia, Guilherme Campos, Arnaldo Faria de Sá, Vicente Cândido, Jovair Arantes e Valdivino de Oliveira.”, disse ele.

Entre outras medidas propostas por Romário, duas chamam a atenção. A primeira é que a CBF ficaria obrigada a divulgar todas informações sobre suas receitas. “Desta forma, as contas da instituição estariam sujeitas a auditorias do Tribunal de Contas da União, quando requeridas pelo Poder Executivo ou pelo Legislativo”, explica o deputado.

A outra é que a entidade teria que contribuir com uma alíquota de 10% sobre as receitas auferidas com a exploração do futebol brasileiro. Essa verba seria destinada a um fundo de iniciação esportiva para crianças e adolescentes.

Ao final de seu discurso, Romário ainda questinou a eleição de Marco Polo Del Nero para a presidência da CBF, chamando-a de “clandestina e obscura” e pediu: “o futebol brasileiro não pode e não merece continuar a ser comandado por uma quadrilha”.



Fonte:band



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Alexandre de Moraes abussa da sorte e manda investigar Michele, esposa de Bolsonaro
- Bolsonaro despontado em pesquisa realizada pelo Instituto Parana Pesquisas
- Lula, sabatina da Globo sobre corrupção faz ex-presidente apresentar fuga de respostas.
- Um Brasil forte:Pazuello é nomeado para secretaria ligada ao gabinete presidencial
- Renan Calheiros e Lider em processos não resolvidos no Senado
- Enel Distribuição Goiás promove grandes mutirões de manutenções na rede elétrica
- Lula com Covid ! O mesmo faz quarentena em Cuba
- Delegado Eduardo Prado o deputado sem expressão alega falta de compromisso de partido
- Confirmado: Adiamento das eleições para 15 e 29 de novembro é aprovado no Senado
- O Deputado Federal Jose Nelto, se posta contra adiamento das eleições
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Goias Real - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2020.