CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
DOMINGO, 17 DE JANEIRO DE 2021
ULTIMA NOTÍCIA:
Acidente entre caminhões deixa congestionamento na BR-060, em Anápolis
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Educação
  Educação
 
Educação receberá R$ 1,4 bilhão em 2014 graças aos royalties, diz Dilma
Data Publicação:20/08/2013

A presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira que a Educação receberá R$ 1,4 bilhão em 2014 graças aos 75% dos royalties do petróleo. Durante uma cerimônia em São Bernardo do Campo (SP), Dilma afirmou que esse valor deve subir para R$ 13 bilhões em 2018. "Progressivamente queremos melhorar e dar educação de primeiro mundo aos jovens e aos adultos. É isso que vamos fazer", disse ela. A presidente disse ainda que os outros 25% dos royalties, destinados à saúde, também deverão trazer resultados melhores para o setor.

Dilma enfatizou que os royalties arrecadados com a produção de petróleo deverão levar investimentos adicionais para a educação por cerca de 30 anos. "Nenhum país se transformou num país desenvolvido sem investir em educação. Por isso saúdo termos dado esse passo da educação, que vai garantir dinheiro pelo menos nos próximos 30, 40, 50 anos para a educação em nosso país. O que é talvez a mais importante medida de todas porque nós vamos dar sustentabilidade para o desenvolvimento de nosso país", afirmou.

A presidente destacou também a importância do investimento na construção de creches, para melhor remunerar os professores, para a alfabetização na idade certa, além da ampliação do ensino médio em tempo integral.

Dilma Rousseff defendeu também a contratação de médicos estrangeiros por meio do programa Mais Médicos, lançado pelo governo federal como forma de atrair profissionais para o interior do país e periferias das grandes cidades. "Ainda temos cerca de 700 municípios sem nenhum médico no Brasil e outros 1,9 mil que tem menos de um médico para cada 3 mil habitantes. Enquanto não se forma médicos em número suficiente, queremos trazer médicos de outras partes do mundo", concluiu.




Fonte:jornal do Brasil



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Glaustin defende ao governo federal renovação e fortalecimento do Fundeb
- Saiba mais sobre a oficina Educar para a Cibercultura, que acontece no Centro
- Entenda o corte de verba das universidades federais e saiba como são os orçamentos das 10 maiores
- Seu filho não come? Coach de mães ensina como fazer isso em palestra online e gratuita
- Curso de Homeopatia tem início dia 23/03 no RJ
- Enem 2017 começa neste domingo para 6,7 milhões de participantes
- Enem 2017, inscrições começam nesta segunda-feira
- Estudar para o ENEM ficou mais fácil do que nunca!
- Inep divulga cartilha com dicas para ajudar estudantes na redação do Enem
- Doses homeopáticas para eliminar a ansiedade
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Goias Real - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2020.