contato@goiasreal.com.br

Prisão de mulher em MG desarticula esquema de distribuição de drogas no sul de Goiás, diz polícia


Suspeita era foragida da Justiça goiana por envolvimento em homicídio. Segundo delegado, ela fugiu para cidade mineira, onde morava em um sobrado de alto padrão, e comandava tráfico em Bom Jesus e parte de Itumbiara.

 

A Polícia Civil de Goiás acredita ter desarticulado um esquema de distribuição de drogas em dois municípios do sul do estado, vindas de Uberlândia, em Minas Gerais. Regina Batista de Souza, de 37 anos, apontada como suspeita de liderar um grupo criminoso de tráfico de drogas, foi presa na cidade mineira, onde morava em um sobrado de “alto padrão”.

“Ela era foragida da Justiça de Goiás. Na comarca de Bom Jesus, contra ela pendia um mandado de prisão por homicídio que teve como pano de fundo a disputa por pontos de vendas de drogas em Bom Jesus”, informou o delegado Ricardo Chueire.

Ainda segundo o delegado, ao ser preso Minas Gerais a mulher ficou em silêncio e não apresentou advogado.

De acordo com as investigações, Regina dirigiu o carro que levou os executores do crime, seu marido, atualmente preso em Planaltina de Goiás, e outro suspeito ainda foragido. A vítima teria sido morta por engano, uma vez que se parecia fisicamente com o verdadeiro alvo, seu primo.

Chueire contou que com a prisão do marido dela, Regina passou a dominar o tráfico em Bom Jesus de Goiás e em parte de Itumbiara.

“Posteriormente ao mandado de prisão por homicídio ter sido expedido, em 2018, ela fugiu do estado de Goiás e a polícia continuou investigando e constatou que ela continuou traficando de Minas Gerais, mandando cocaína e outras drogas para serem revendidas em Itumbiara e Bom Jesus”, comentou Chueire.

A prisão

Regina Batista de Souza foi capturada na sexta-feira (27) em ação das polícias de Goiás e Minas, quando chegava a uma clínica médica em Uberlândia e apresentou documento falso à polícia.

Para o delegado o poder do esquema liderado pela suspeita ficou comprovado pela quantidade de drogas e outros materiais encontrado nos endereços em que vivia, na cidade mineira.

No sobrado de alto padrão, segundo a polícia, foram apreendidos veículos, materiais para a preparação de drogas, documentos, R$ 37 mil e uma pistola Glock 9mm adaptada com kit rajada e carregador alongado.

Já em uma chácara, que teria sido alugada pela mulher, foram encontrados um depósito e laboratório das drogas que eram, remetidas para serem vendidas em Goiás.

Também foram apreendidas barras de maconha, crack e outros matérias para preparo e venda de drogas.

O delegado informou ainda que na chácara foram achados escondidos em um piso falso maçaricos comumente usados em ataques a agências bancárias e caixas eletrônicos, além de placas de veículos de Bom Jesus e Palmeiras de Goiás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *