CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
SEXTA-FEIRA, 20 DE MAIO DE 2022
ULTIMA NOTÍCIA:
TSE torna privado processo que discute provas de invasão Hacker ao seus servidores !
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Esportes
  Esportes
 
Dunga não opina sobre arbitragem, isenta Alisson de erro e elogia seleção
Data Publicação:05/06/2016
Dunga não quis dar opinião sobre o erro de arbitragem que salvou o Brasil da derrota para o Equador na estreia da Copa América. O treinador da seleção afirmou que estava muito longe para dizer se a bola saiu ou não, mas disse confiar na opinião de atletas que disseram que a arbitragem acertou. A televisão, no entanto, mostrou que o árbitro chileno errou. Confiando na opinião de seus atletas, ele também aproveitou para isentar Alisson do erro que resultaria na derrota por 1 a 0. "Não, até agora não deu para ver nada. Ali de onde estávamos é difícil, os jogadores falaram que a bola saiu. Mas vamos continuar trabalhando. (Não pode falar de erro) a bola tinha saído", afirmou. Já Gustavo Quinteiros, o técnico do Equador, criticou a atuação do trio de arbitragem e ironizou a decisão de anular o gol. "Por momento a partida foi que esperávamos, mas em outras vezes não porque a gente precisou voltar um pouco. Mas geramos situações e não resolvemos bem. Quando a gente poderia resolver, em uma das situações, o bandeirinha, com uma visão biônica, anulou o gol. O empate é positivo e agora precisamos jogar para ganhar e vencer o Peru", afirmou Gustavo Quinteiro. "Vi várias vezes a repetição e todas as vezes erram a favor de um rival maior. Estamos com raiva disso por causa de esforço grande que a gente fez e tirar um gol legítimo é muito duro para a gente". Apesar do 0 a 0 na estreia e de apenas três chutes a gol pelo lado brasileiro, Dunga elogiou a mudança na postura que foi treinado durante a semana, evitando chutões e saindo com calma. "O que fizemos foram as saídas que treinamos. É que a equipe do Equador pressionava. Tinha as inversões de uma lateral para outra. E tinha as infiltrações. Temos que trabalhar mais a conclusão e não tentar só a infiltração. Mas isso depende muito da característica de cada jogador", completou. "Tentamos vencer durante todo o tempo", completou. O Brasil, agora, viaja para Orlando, onde enfrenta o Haiti na próxima quarta-feira (9).



Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Prazo de Blackstar vence no Palmeiras, empresa dá ultimato ao clube e dispara na Crefisa
- Diretor do Corinthians analisa dívida da Arena: Na pior das hipóteses, R$ 650 milhões
- Tite não gostaria de encontro com Bolsonaro
- Adoração e crítica a Bolsonaro convivem em frente ao estádio do Palmeiras
- Flamengo sofre virada do Atlético-PR e termina o ano sob vaias da torcida
- Conmebol multa River Plate e confirma final da Libertadores para Madri
- Felipão recebeu oferta de cinco anos para treinar Colômbia
- Dirigente do Sport chama Jardine de estagiário: “Nem sei o nome”
- Palmeiras vence Vasco e conquista décimo título nacional
- Nudez de Ezequiel Garay e mulher em foto bomba nas redes sociais
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Goias Real - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2020.