CINEMA MUNDO ECONOMIA CULTURA ESPORTES EDUCAÇÃO CONCURSOS CIÊNCIAS & SAÚDE
DOMINGO, 25 DE JULHO DE 2021
ULTIMA NOTÍCIA:
Um Brasil forte:Pazuello é nomeado para secretaria ligada ao gabinete presidencial
BUSCAR
   
  Notícias
Acontecendo
Africa
América do Sul
Automóveis & Motocicletas
Beleza
Brasil
Brasilia
Ciência & Saúde
Cinema & Teatro
Concursos & Emprego
Conteúdo
Cultura
Diversidade
Ecologia
Economia
Editorial
Educação
Entretenimento
Esportes
Gastronomia
Gente
Goiânia e Centro-Oeste
Goiás
Impecheament
Jurídico
Meio Ambiente
Moda
Mulher
Mundo
Música e Ritmos
Noite Rio
Planeta Criança
Policia
Politica
Poluição
Porto Alegre
Religião
Rio de Janeiro
RioPress
São Paulo
Saúde
Tecnologia
Tocantins
Turismo
União
Página Inicial / Notícias / Saúde
  Saúde
 
Catapora tende a crescer nas primeiras semanas de primavera
Data Publicação:19/10/2012

Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul alerta sobre a importância de tomar a vacina contra a doença

 


Tempestades baixam bruscamente a temperatura, fazendo até nevar em plena primavera gaúcha. No dia seguinte, as nuvens se dissipam e o sol volta a aquecer o ambiente. As altas e baixas no termômetro facilitam a proliferação de vírus e bactérias que prejudicam a saúde dos pequenos. Uma das mais recorrentes é a catapora, que acomete as pessoas principalmente nesta estação. Por isso, a Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul alerta sobre a importância de manter as vacinas em dia. 

O problema merece atenção, pois apenas é possível adquirir a vacina por meios privados no Brasil. Ainda não há dados mais atualizados, mas até o final de abril de 2012 foram notificados aproximadamente 400 casos de catapora em Porto Alegre. Este índice representa quase o dobro do apresentado no mesmo período do ano passado. Durante o ano passado inteiro, houve em torno de 1.500 manifestações da doença na capital gaúcha. O levantamento foi realizado pela Vigilância Epidemiológica de Porto Alegre.

- A catapora apresenta uma possibilidade de transmissão muito grande. O risco de contrair a doença através do contato, em pessoas que nunca foram infectadas, pode chegar a 80%. A vacinação não apenas previne a doença, mas também evita o risco de complicações maiores. Sem a imunização, há grandes riscos de infecções a partir das lesões, que abrem a pele e facilitam o alojamento de bactérias - alerta o presidente do Comitê de Infectologia da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul, Fabrizio Motta. 

A doença, também chamada de varicela, se manifesta através de lesões na pele e febre. É raro que a pessoa seja infectada mais de uma vez pelo vírus. Sua transmissão acontece pelo contato com as lesões ou através das vias respiratórias. O principal desafio dos pais ao prestar auxílio aos filhos enfermos é manter a higiene da pele e das mãos, além de evitar que eles cocem as feridas, tentando inibir a infecção da pele por bactérias. 

- As lesões dão muita coceira. Para tentar evitar a infecção, recomenda-se que mantenham as mãos sempre limpas, com unhas bem curtas. Além disso, é imprescindível consultar com o medico para que ele receite medicamentos para diminuir a coceira. O principal é manter a higiene, limpando a pele e as mãos com frequência - conclui Fabrizio. 

De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina contra catapora estará disponível pelo Sistema Único de Saúde apenas a partir do segundo semestre de 2013. Enquanto isso, o recomendado é adquirir a imunização pelos meios privados. Assim que detectado algum sintoma, a Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul recomenda evitar o diagnóstico precipitado e a automedicação. Consultando o pediatra, é mais simples obter o tratamento adequado para cada criança. 

Redação: Rafael Dias Borges
Coordenação: Marcelo Matusiak





Nome:
E-Mail:
+ Notícia(s)
- Ivermecitina e sim eficaz como tratamento precoce
- A desvalorização do profissional de enfermagem 
- Resistente, DST se alastra e alarma médicos por resistência
- O cozimento no vapor traz muitos benefícios
- Governo retira 800 mil litros de azeite de oliva do mercado e autua 84 empresas
- Ministério da Saúde anuncia ampliação de vacinas
- Instituto Hahnemann abre inscrições para homeopatia
- Pesquisa diz que tomar aspirina a cada três dias reduz risco de infarto.
- Estudo mostra que pílula do câncer tem efeito reduzido
- Palestra gratuita revela os benefícios da Yoga
Paginação:
     
MAIS PROCURADOS
Empresa
Reclamações
Regras de publicação


 
PRODUTOS
Publicidade
Artigos Acadêmicos
 
INTERAÇÃO
Contato / Reclamações / Sugestões
 
 
Goias Real - Todos os Direitos Reservados de 2004 a 2020.